Armário

Portugal (Norte), século XVII-XVIII

Pau-santo, vinhático e latão dourado

Proveniência: Legado de Vasco de Vasconcelos

Inv. 508

Armário com dois corpos fechados por duas meias-portas, separado por um gavetão, seguindo o modelo dos armários copeiros holandeses, introduzidos em Portugal, no século XVII. Caracterizados pela presença de cimalhas salientes, a sua forma está presente neste belíssimo armário a que as chapas de latão vieram dar uma nota de luz e cor. A sua disposição é frequente nos móveis litúrgicos do Minho, e as chapas de metal, decoradas com rosas são, segundo alguns autores, típicas da região Entre-Douro e Minho.

Oferecido na década de 40 do século XX pelo advogado lamecense Vasco de Vasconcelos, integrou a lista dos “50 dos melhores móveis portugueses”, de Maria Fernanda Castro Freire.