Painel de azulejos hispano-árabes

 

Espanha (Sevilha), c. 1500

Oficina de Fernan Martínez Quijarro e Pedro Herrera (?)

Barro vidrado. Aresta

Proveniência: Coimbra (revestimento interior da Sé Velha) Doação do Museu Nacional Machado de Castro

Inv. 596

Em 1935, o Museu de Lamego recebe do Museu Nacional Machado de Castro (Coimbra) uma remessa de azulejos dos séculos XVI e XVIII, nos quais se incluiam  diversos padrões de azulejos que revestiram, até finais do século XIX,  a quase totalidade do interior da Sé Velha. O embelezamento da Sé coimbricense com azulejos hispano-árabes, provavelmente encomendados em Sevilha, na oficina de Fernan Martínez Quijarro e Pedro Herrera, fazia parte das obras renascentistas empreendidas pelo bispo-conde  D. Jorge de Almeida, que governou a diocese entre 1483 a 1543.

Este painel, formado por dezasseis azulejos (4×4), apresenta motivo de um só azulejo, de pequenas estrelas e polígonos, inspirado nos padrões de alicatado, de estilo mudéjar.