Pluvial

França (?), século XVIII

Damasco vermelho espolinado; bordado: fio de seda vermelho carmim, fio laminado com alma de seda amarela, fio dourado frisado; forro de fio de seda vermelho carmim

Proveniência: antigo Paço Episcopal de Lamego

Inv. 296

O pluvial pertence a um conjunto formado por casula, gremial, estola e manípulo.

Trata-se de peça em damasco espolinado que possui uma estrutura compositiva de grande exuberância, com amplo movimento modular ascensional definido por fitas recortadas, filiadas no motivo “de renda”, muito utilizado desde o final do século XVII, onde se inserem ramagens douradas, palmetas estilizadas, grandes florões de exuberante folhagem e vários frutos. Na definição dos sebastos, firmal e capuz possui um galão de fio laminado. O capuz é debruado com franja larga de fio dourado frisado.